(51) 3211.0879
(51) 98065.4000

A região Sul, hoje, é a que mais produz arroz no Brasil. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), o Rio Grande do Sul possui mais de 70% produção e cerca de 55% de área plantada. Diante deste cenário, a Bayer apresenta, durante a 28ª Abertura da Colheita de Arroz, soluções integradas que atendem às necessidades destes produtores. O evento acontece entre os dias 21 e 23 de janeiro, na cidade de Restinga Sêca (RS).

Para a Bayer é muito importante que o orizicultor tenha soluções adequadas que englobem todo o ciclo, desde a semente até o manejo das lavouras, viabilizando um retorno máximo na produção e na qualidade dos grãos. “A Abertura da Colheita do Arroz é uma grande oportunidade para que possamos apresentar todos os benefícios de variedades adaptadas às demandas do orizicultor brasileiro, e a eficácia do nosso pacote de solução para o campo”, destaca Eduardo Goulart, coordenador de desenvolvimento de mercado da Bayer.

Devido a constante busca pela alta produtividade, em mais de um milhão de hectares de arroz na região Sul do Brasil, a Bayer apresenta durante o evento uma variedade de semente de soja melhor adaptada às áreas de várzea, anteriormente apenas cultivadas com arroz e pasto, desenvolvida em parceria com o Instituto Riograndense do Arroz (IRGA).  O projeto Soja 6000 se baseia em tecnologia e assistência aos produtores que possuem interesse no manejo para altos rendimentos em soja na várzea.

De acordo Goulart, esta é considerada uma das melhores opções de alternância. “A soja promove melhoria da lavoura como preparação de solo antecipado, estruturação do solo para melhor drenagem e fertilidade de solo, limpeza de plantas daninhas e alternativa de renda para os produtores”, argumenta.

Para o evento, a empresa apresentará também o Starice®, herbicida pós-emergente indicado para o controle de plantas daninhas anuais na cultura do arroz. “O foco de controle deste defensivo é o capim Pé de Galinha, Grama Lombo Branco e, principalmente, no manejo de resistência de Capim Arroz, plantas daninhas que tiram o sono do orizicultor”, pontua o executivo. Além disso, a Bayer irá expor pela primeira vez a extensão de dose do Nativo® para o cultivo de arroz.

“Com soluções integradas, ajudamos os produtores de arroz a contribuírem de forma significativa a alimentar um planeta faminto. Nosso desafio é ajudá-los a protegerem esta importante cultura, que faz parte do dia a dia de todos os brasileiros, e tornar a produção de arroz sustentável com o aumento à produção e à qualidade do que é produzido”, finaliza Goulart. 

Informações à imprensa
Weber Shandwick – Assessoria de Imprensa

Carlos Nascimento Jr. cnascimento@webershandwick.com
Telefone: (11) 3027-0210 / 9 8459-5253

Deixe uma resposta